Conjuntura: PSDB pode ser obrigado a se aliar a Cartaxo

0
333

Para tentar driblar mais uma derrota em JP, PSDB pode ser obrigado a se aliar a Cartaxo; cenário aponta dependência

Derrotado em praticamente todas as disputas eleitorais da última década em João Pessoa, sejam elas municipais, sejam estaduais, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e seu grupo político corre o risco de vê a história novamente se repetir em 2016 caso não repense as estratégias para o pleito.

No atual cenário, o futuro político de Cássio, pelo menos na Capital, se desenha para uma dependência do atual prefeito, Luciano Cartaxo (PT), mais do que se imagina. É que sozinho o PSDB nunca logrou êxito na Capital, e uma reaproximação com o grupo do governador Ricardo Coutinho (PSB), que sempre venceu em João Pessoa, é uma tese fora de cogitação.

No xadrez político atual, Cartaxo é tido como uma peça fundamental para o PSDB em um embate futuro contra o projeto de 2018, capitaneado pelo governador Ricardo Coutinho.

Nos bastidores afirma-se que Cássio não tem demonstrado disposição para encarar uma nova disputa pelo Governo do Estado, acenando para um caminho mais confortável – o da reeleição. Para isso se concretizar, no entanto, o tucano terá que contar com um cabeça de chapa forte, principalmente em João Pessoa, e esse nome, hoje, seria o de Luciano Cartaxo (PSD).

O atual prefeito tem sido bem avaliado em João Pessoa, é uma força emergente e seria para Cássio uma espécie de “tábua de salvação”, pois, caso logre êxito em 2016, automaticamente se credencia para a disputa estadual em 2018 pelo Governo do Estado. Assim, se unindo agora, em 2016, ao PSD, o grupo tucano daria um passo para trás para poder, em 2018, dar dois passos à frente.

O fato é que se Cássio colecionar mais uma derrota em João Pessoa, e se perder em Campina Grande, chegará em 2018 como um candidato acéfalo, correndo o risco de colocar o projeto de reeleição ao Senado Federal em xeque.

TUCANOS COBRAM ALIANÇA

Em João Pessoa os três vereadores que integram a bancada tucana (Elisa Virginia, Marcos Vinicius e Luís Flavio) já fazem coro em prol de uma aliança PSDB/PSD já no primeiro turno das eleições municipais. A tese ainda não é bem digerida pela executiva municipal, que reluta em aceitar o papel de coadjuvante.

Os vereadores Eliza Virginia, Luis Flávio e Marcos Vinícius se reuniram com a presidente do PSDB de João Pessoa, Lauremília Lucena, com a proposta de fechar aliança dos tucanos pessoenses com a candidatura à reeleição do prefeito Luciano Cartaxo (PSD). O grupo já faz parte da base de sustentação política do governo municipal, inclusive ocupando espaço na gestão do Município.

Eliza não confirmou, mas há possibilidade de um convite para que Lauremília, a presidente do PSDB de João Pessoa, coloque o nome à disposição para ser indicada pré-candidata a vice na chapa à reeleição do prefeito Luciano Cartaxo. “É uma hipótese a ser alcançada; é uma possibilidade a ser levada em consideração”, observou.

Além desse encontro, os vereadores terão outras reuniões para o fechamento do que está sendo defendido, inclusive com o senador Cássio Cunha Lima, maior líder do partido na Paraíba; e o presidente estadual ex-deputado federal Ruy Carneiro.

O próximo encontro acontece segunda-feira, conforme Lauremília, que já fez um sinal positivo para a reivindiação dos tucanos. ““… Eles (vereadores) estão corretos. Ouvi as reivindicações e liguei para Ruy Carneiro marcando uma reunião para a próxima segunda-feira, quando estaremos juntos discutindo a proposta dos nossos parlamentares”.
Histórico

2004 – PSDB perde para o PSB (na disputa municipal)

2006 – Em João Pessoa, PSDB perde para o PMDB (na disputa estadual)

2008 – PSDB perde para o PSB (na disputa municipal)

2010 – Em João Pessoa, PSDB perde em número de votos para o 2º colocado

2012 – PSDB perde para o PT (na disputa municipal)

2014- PSDB perde para o PMDB (disputa pelo Senado Federal)

Fonte: PB Agora

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui