Em discurso de posse no TSE, Moraes defende urnas eletrônicas, diz que eleição é ‘orgulho nacional’ e é aplaudido de pé

0
277

Plenário do TSE na posse de Alexandre de Moraes

Novo presidente do TSE falou diante do presidente Jair Bolsonaro e dos ex-presidentes Lula, Dilma Rousseff, Michel Temer e José Sarney. Moraes criticou o discurso de ódio e afirmou que liberdade de expressão não é liberdade de ‘destruição da democracia’.

Em discurso durante sua posse como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na noite desta terça-feira (16), o ministro Alexandre de Moraes fez uma defesa da urna eletrônica e do sistema eleitoral e foi aplaudido de pé pelos mais de 2 mil convidados no plenário da Corte.

Ele foi aplaudido também em outros momentos, como quando criticou a disseminação de informações falsas (fake news) e afirmou que liberdade de expressão não é “liberdade de destruição da democracia”.

Moraes fez o discurso diante do presidente Jair Bolsonaro e dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma RousseffMichel Temer e José Sarney. Entre os principais pontos da fala do novo presidente do TSE estiveram:

  • defesa da urna eletrônica e do sistema eleitoral
  • defesa da democracia como único regime político em que o poder emana do povo
  • diferenciação entre liberdade de expressão e “liberdade de destruição da democracia”
  • crítica às fake news e à desinformação
  • críticas ao discurso de ódio

Logo no início de sua fala, Moraes citou a agilidade do sistema eletrônico e a confiança da população no processo eleitoral. Ele afirmou que, com segurança e transparência, o resultado das eleições é conhecido no mesmo dia da votação.

Além de Bolsonaro e os ex-presidentes, assistiram à fala de Moraes o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. Os demais ministros do STF , outros deputados e senadores e 22 governadores também compareceram (veja mais abaixo a lista dos presentes).

A posse de Moraes ganhou, nos últimos dias, caráter de reafirmação da democracia e de defesa do sistema eleitoral do país, principalmente diante dos ataques sem provas de Bolsonaro às urnas eletrônicas.

O próprio Moraes tem sido alvo de ataques verbais do presidente da República. Na solenidade desta terça, Bolsonaro se sentou ao lado do novo presidente do TSE na tribuna da Corte. Do outro lado de Moraes, sentou-se Fux.

Os ex-presidentes Temer, Lula, Sarney e Dilma ficam lado a lado na primeira fila durante a posse de Moraes no TSE. Poucos metros diante deles, na mesa, sentou-se o presidente Jair Bolsonaro — Foto: Antonio Augusto/Secom/TSE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui