Mulher denuncia ter sido agredida por motorista de aplicativo durante corrida em Campina Grande

0
275

Por g1 PB

Marca roxa no brasço de mulher que denunciou ter sido agredida com socos por motorista de aplicativo em Campina Grande — Foto: TV Paraíba/Reprodução

Marca roxa no brasço de mulher que denunciou ter sido agredida com socos por motorista de aplicativo em Campina Grande — Foto: TV Paraíba/Reprodução

Uma mulher denunciou ter sido agredida por um motorista de transporte por aplicativo, na última sexta-feira (16), em Campina Grande. De acordo com ela, as agressões teriam acontecido porque o homem não quis parar em um novo ponto, adicionado durante a corrida.

Em nota, a Uber – empresa pela qual o motorista prestou o serviço – disse que repudia qualquer tipo de violência contra mulher e que, por isso, a conta do colaborador foi temporariamente desativada. Informa ainda que o caso está sob investigações.

Conforme a denúncia feita à Polícia Civil, as agressões aconteceram na frente da filha da vítima, de apenas sete anos, que estava a caminho da escola. A nova parada foi solicitada para que mãe e filha parassem em um mercadinho e comprassem um lanche para completar a lancheira da criança.

“Eu fiz ‘senhor, foi adicionado no aplicativo. Não foi eu que estou lhe pedindo não’. Aí ele fez, virou com a mão no volante e a outra tentando me dar soco, dizendo eu […] não sou obrigado a parar não. Quando chegou lá no final, ele disse […] você vai sair do meu carro agora. Aí eu fiz ‘eu vou sair do carro’. Aí ele desceu começou a puxar meu cabelo, começou a me bater, eu não pensei duas vezes. Deitei no banco, comecei a chutar ele, que era justamente para afastar ele do carro. Minha filha nervosa gritando, chorando, tremendo, gritando socorro”, relatou

A Polícia Civil seguirá investigando o caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui