sábado, abril 13, 2024
No menu items!
Google search engine
InícioGovernoNúmero de brasileiros impedidos de entrar na União Europeia sobe mais de...

Número de brasileiros impedidos de entrar na União Europeia sobe mais de 60%

Por G1

 


Imagem de arquivo mostra controle passaporte em aeroporto da União Europeia — Foto: Reprodução/Twitter/@FrontexImagem de arquivo mostra controle passaporte em aeroporto da União Europeia — Foto: Reprodução/Twitter/@Frontex

Imagem de arquivo mostra controle passaporte em aeroporto da União Europeia — Foto: Reprodução/Twitter/@Frontex

O número de brasileiros impedidos de entrar nos países da União Europeia (UE) aumentou 61,1% em 2018 com relação ao ano anterior, de acordo com a Frontex, a agência europeia de controle das fronteiras do bloco.

A Frontex registrou que 4.984 brasileiros foram barrados em 2018 – 1.898 a mais do que em 2017. Com isso, o Brasil é o sétimo país com mais cidadãos impedidos de entrar no bloco europeu.

A Ucrânia lidera a lista com 57.593 barrados, seguida pela Rússia (25.953) e a Albânia (24.546). Belarus (7.953), Sérvia (7.662) e República Moldova (6.368) também tiveram mais cidadãos retidos pelos controles de imigração do que o Brasil. Em 2018, um total de 190.930 viajantes não conseguiram entrar na União Europeia.

A Frontex informa que os brasileiros foram majoritariamente barrados pela falta de visto válido ou permissão de residência e a falta de documentos que justifiquem a viagem ou as condições de permanência.

Os países-membros também reportaram uma redução de 23% no número de apreensão de imigrantes ilegais ainda em comparação com 2017. Ao analisar os países e as nacionalidades dos imigrantes irregulares, a Frontex concluiu que número de imigrantes vindos do Oriente Médio caiu. Porém, Grécia e Espanha, sem surpresa, resistem a essa tendência.

O mesmo acontece com Portugal, que recebe um fluxo de latino-americanos vindos de avião. Os brasileiros fazem parte do maior grupo irregular detectado, representando um número duas vezes maior do que o registrado em 2017.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine
Google search engine

Most Popular

Recent Comments