Procurador aponta ‘má vontade’ do Iphaep em relação ao Cine Capitólio

0
340

Da Redação*. Publicado em 11 de abril de 2019 às 10:40.

O procurador da Prefeitura Municipal de Campina Grande, José Mariz, comentou a audiência com o Instituto do Patrimônio Histórico da Paraíba (Iphaep) e citou que existe ‘má vontade’ e falta de conhecimento técnico para tratar sobre o projeto de restauração do espaço onde funcionava o Cine Capitólio na cidade.

Ele comentou que existem exigências feitas que não condizem com a realidade do local, como a preservação do teto, quando não se tem mais teto no Cine Capitólio.

Foto: Paraibaonline

Mariz declarou que a situação foi entregue ao Poder Judiciário e ainda frisou esperar que nada de pior aconteça, pois é possível que a estrutura chegue a ruir e coloque em risco a vida das pessoas que transitam pelo local.

– O que eles querem é que a gente gaste recurso para depois uma empresa fazer da forma como está. O Iphaep tem um objetivo político. O que nós queremos é preservar o patrimônio de maneira que dê funcionalidade ao local. Passamos para o Poder Judiciário, para que nos próximos 60 dias a gente tenha uma decisão. Até então fomos de forma administrativa, tentando na boa-fé, fazendo tudo o que o Iphaep apontava exatamente para desarmar – disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui