Traições e tentativas de suborno enlameiam eleições da FIEP com objetivo de retirar de Campina sede da instituição

0
412

Uma trama bem urdida, com requintes de enredo de novela da Globo, vem se desenrolando nos bastidores do mundo empresarial paraibano nos últimos quarenta dias e o objetivo é tirar Francisco Buega Gadelha da presidência da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), mas não de forma decente, seguindo os ritos regimentais da instituição.

A briga pela sucessão na FIEP envolve traições, tentativas de suborno e uma série de elementos vergonhosos que na verdade buscam alcançar o objetivo de retirar de Campina Grande a sede da organização (FIEP,SESI, SENAI, IEL), levando-a para João Pessoa, tudo no argumento pífio de que a cidade Rainha da Borborema por ser a única de interior a ser sede de uma entidade máxima da indústria não tem ‘cacife’ para tal, daí os opositores de Buega tramarem diminuir Campina Grande sob alegação de que o parque fabril campinense já está superado pelo existente na área metropolitana da Capital.

De Campina já tiraram tudo, num passado não muito distante: Companhia telefônica, Companhia de eletrificação, Batalhão do Exército… e agora encaminham o sumiço da FIEP, o que precisa ser regiamente combatido por todos que tem amor a Campina Grande.

O jornal A PALAVRA abraça a causa e, como legítimo porta voz da cidade desde quando – quatro décadas atrás – iniciou sua odisseia em versão impressa, passa a partir de agora a denunciar a trama que se arrasta pelos bastidores longe dos olhos e ouvidos do pacato cidadão campinense, único a perder com mais essa punhalada na sua economia.

PORTAL ENOTICIA COM A PALAVRA ONLINE

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui