sexta-feira, maio 24, 2024
No menu items!
Google search engine
InícioJoão PessoaAgentes de Saúde de JP realizam protesto por pagamento de gratificação

Agentes de Saúde de JP realizam protesto por pagamento de gratificação

Agentes de saúde da cidade de João Pessoa fizeram na manhã desta quinta-feira (10) um protesto em frente a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O motivo para a manifestação é a falta de repasse de verbas que a categoria deveria receber de forma mensal e que apenas recebe uma vez por ano. Essa gratificação é um incentivo para os trabalhadores que é paga pelo Ministério da Saúde, através do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ).

“O movimento quer que o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) pague uma gratificação, que é repassada pelo Ministério Saúde, através do PMAQ, de forma mensal e imediata. O recurso já está na conta da Prefeitura de João Pessoa desde dezembro do ano passado. A qualidade de saúde pública para pelo cuidado com o cuidador e valorização dos mesmos, Avante Sempre.#pagameudinherocartaxo”, falou Raul José.

De acordo com o representante da categoria, Raul José, o protesto foi pacífico e reclama que outras cidades fazem o repasse e na Capital não está.

“O repasse sempre era pago mensalmente e hoje só anual. Municípios como Cabedelo e outras capitais fazem mensalmente e só em João pessoa que o prefeito só paga uma vez ao ano. Vale salientar que esse recurso é um programa de melhoria ao atendimento a atenção básica. Serve como forma de incentivo aos trabalhadores e agora nessa época de zika vírus seria incentivo a mais a categoria. Estamos fazendo um protesto pacífico e pedindo que o prefeito mude essa lei e repasse o incentivo que é nosso de direito”, disse.

Indagado sobre a certeza de que os recursos estão nos cofres da Prefeitura, Raul afirmou que a conselheira Municipal Sonia Lacerda já deu essa garantia.

A categoria deve se reunir com o secretário Adalberto Fulgêncio. Apesar dele ter pedido uma comissão de cinco pessoas para conversar com os assessores, evitando assim o diálogo com o titular da pasta, mas os manifestantes querem conversar diretamente com o secretário para ter uma paralvra mais empenhada para resolver o caso.

Fonte: PB Agora

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine
Google search engine

Most Popular

Recent Comments