segunda-feira, maio 27, 2024
No menu items!
Google search engine
InícioGovernoImprensa internacional repercute prisão de Michel Temer

Imprensa internacional repercute prisão de Michel Temer

Por G1

 


Veículos de imprensa de vários países repercutiram a prisão do ex-presidente Michel Temer. O ex-presidente foi detido pela Força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro na manhã desta quinta-feira (21).

Argentina

Clarín — Foto: Reprodução

Clarín — Foto: Reprodução

O jornal argentino “Clarín” afirmou que o ex-presidente brasileiro foi preso a pedido do juiz federal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, na operação Lava Jato. O periódico lembra que a mesma operação foi responsável pela condenação à prisão do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

Espanha

Jornal 'El País' noticia prisão de ex-presidente Michel Temer — Foto: Reprodução/El PaísJornal 'El País' noticia prisão de ex-presidente Michel Temer — Foto: Reprodução/El País

Jornal ‘El País’ noticia prisão de ex-presidente Michel Temer — Foto: Reprodução/El País

O jornal espanhol “El País” afirmou que Temer foi preso em uma operação relacionada ao “mega-escândalo de corrupção da da Lava Jato”.

Portugal

O Público — Foto: Reprodução/  PúblicoO Público — Foto: Reprodução/  Público

O Público — Foto: Reprodução/ Público

O jornal português “Público” foi um dos primeiros a registrarem a prisão do ex-presidente, lembrando que ele é alvo de dez inquéritos diferentes no âmbito das investigações da Lava-Jato.

Reino Unido

BBC registra a prisão de Michel Temer — Foto: ReproduçãoBBC registra a prisão de Michel Temer — Foto: Reprodução

BBC registra a prisão de Michel Temer — Foto: Reprodução

A rede britânica BBC afirmou em seu primeiro relato que Temer foi detido por ter envolvimento em um esquema de corrupção. O site destacou que ele assumiu ao poder após a queda de Dilma Rousseff.

The Guardian — Foto: ReproduçãoThe Guardian — Foto: Reprodução

The Guardian — Foto: Reprodução

“The Guardian” informou que Temer foi preso e afirma que ele “desempenhou um papel fundamental no impeachment de 2016 de sua rival Dilma Rousseff”.

O jornal afirma que Temer foi acusado de uma série de crimes, incluindo corrupção, extorsão e obstrução da justiça enquanto ainda era presidente. “Porém, conseguiu evitar procedimentos de impeachment graças a suas alianças no Congresso”.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine
Google search engine

Most Popular

Recent Comments