sábado, abril 20, 2024
No menu items!
Google search engine
InícioPolicialPolícia apreende 147 adolescentes por cumprimento de mandado em João Pessoa

Polícia apreende 147 adolescentes por cumprimento de mandado em João Pessoa

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de uma força-tarefa desenvolvida pela Delegacia da Infância e Juventude (DIJ) da Capital, cumpriu nos últimos seis meses do ano passado 147 mandados de busca e apreensão de adolescentes. A unidade especializada é responsável pela apuração de crimes cujos autores estejam na faixa etária entre 12 e 18 anos. Durante todo o ano passado, foram instaurados 928 procedimentos na delegacia, que em 2015 ganhou mais uma equipe formada por delegado, agentes de investigação e escrivães para a realização do trabalho.

De acordo com o titular da especializada, Gustavo Carletto, a delegacia, ao divulgar esse número de apreensões, demonstra seu compromisso com a adoção legal das medidas sócio-educativas. “Esses mandados de busca e apreensão são usados como instrumento da Justiça, de forma que levam os jovens a ficarem em locais apropriados ou então a retornarem ao convívio da família. A ideia é que tudo seja conduzido com caráter educativo”, disse o delegado.

Os jovens apreendidos cometeram diferentes infrações que se encaixam nos mais diversos tipos penais, a exemplo de homicídios, latrocínios e ainda do tráfico de entorpecentes. Segundo Gustavo Carletto, muitos desses mandados foram cumpridos após a análise das informações repassadas pela população via o número 197 – o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e Defesa Social (Seds).

Para a titular da 1ª Delegacia Seccional da Polícia Civil, que abrange a Zona Norte de João Pessoa, delegada Emília Ferraz, o trabalho desenvolvido pela especializada é responsável, equilibrado e sempre pautado pela lei. “Por se tratar de adolescentes, é importante ressaltar que toda e qualquer medida tem o propósito educativo, seja ele voltando para casa, para o seio familiar, seja o encaminhamento para abrigos. Temos o cuidado de garantir o direito desses jovens, dando a oportunidade de se afastarem da criminalidade”, finalizou Emília Ferraz.

Fonte: Secom-PB

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine
Google search engine

Most Popular

Recent Comments