terça-feira, março 5, 2024
No menu items!
Google search engine
InícioEducação e CulturaProfessores da UEPB paralisam aulas em protesto contra MP 242 e pressionam...

Professores da UEPB paralisam aulas em protesto contra MP 242 e pressionam deputados

Os professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), vão paralisar aulas na próxima terça-feira (15) em protesto contra a Medida Provisória  242, que congela salários e progressões de todos os servidores públicos estaduais.

Cumprindo uma determinação da última assembleia da categoria, a diretoria da ADUEPB convocou uma paralisação no dia da votação da MP. O objetivo é também facilitar o comparecimento da categoria ao plenário da Assembleia Legislativa, para pressionar os deputados a rejeitarem a proposta.

Em Campina Grande e demais campi, a ADUEPB disponibilizará transporte para o deslocamento dos professores interessados em ir a João Pessoa, acompanhar a votação e participar da manifestação que ocorrerá no período da manhã.

As entidades que integram o Fórum dos Servidores do Estado da Paraíba estão vigilantes e acompanhando a tramitação da Medida Provisória 242, na Assembleia Legislativa e avaliam que ela só será votada em plenário na próxima semana. Na quarta-feira(09/03), ela foi aprovada na Comissão de Administração e Serviço Público sem nenhuma emenda.

Na quinta-feira (10/03), servidores compareceram à Assembleia Legislativa e acompanharam a sessão para evitar que a MP fosse colocada em votação de surpresa.

Até o momento final, o Governo do Estado não tinha se manifestado sobre os encaminhamentos definidos na reunião entre o secretário de finanças, Tárcio Pessoa, e representantes do Fórum de Servidores, realizada na quinta-feira passada, intermediada pelo presidente da Assembleia, Adriano Galdino.

Entre as propostas que o secretário se comprometeu em levar ao governador estão: A primeira seria respeitar os processos de promoções e progressões previstos pelos PCCRs; a segunda seria a retirada do caráter indefinido do congelamento de salários e progressões, para a adoção avaliações quadrimestrais e a última a implantação de uma mesa de negociação permanente formada por representantes do Governo e do Fórum dos Servidores, com reuniões mensais.

Fonte: Ascom

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine
Google search engine

Most Popular

Recent Comments