sexta-feira, fevereiro 23, 2024
No menu items!
Google search engine
InícioGovernoTiroteio na UEPB em Campina Grande suspende aulas e reitor relata terror

Tiroteio na UEPB em Campina Grande suspende aulas e reitor relata terror

Um tiroteio foi registrado na manhã de hoje no campus da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) em Campina Grande. O tumulto aconteceu quando um grupo armado chegou em dois carros e explodiu um carro-forte que levava malotes de dinheiro para a agência do Santander, localizada na Central de Integração Acadêmica. Os assaltantes fugiram levando malotes de dinheiro. Um segurança da universidade foi baleado e alguns estudantes ficaram feridos correndo para fugir dos tiros.

O reitor da UEPB, Rangel Júnior, suspendeu as aulas pela manhã e admitiu que o período da tarde também pode ficar sem aulas por causa do clima de “terror” que tomou conta da instituição.

Segundo a assessorai de imprensa do Hospital de Trauma de Campina, cinco estudantes do curso de História deram entrada na unidade, além do vigilante. Todos estão passando por avaliação. O vigilante e um estudante foram feridos com arma de fogo. Os outros, quatro estudantes, têm ferimentos provenientes de queda, provavelmente quando tentavam escapar dos tiros.

Ainda abalado, o professor Jurani Oliveira Clementino contou ao ParlamentoPB que estava no auditório II da UEPB, que fica no segundo andar, com todos os alunos do curso de jornalismo, quando começou a ouvir vários tiro. “Pensamos que fosse fogos, mas depois gerou aquele pânico, porque imaginava-se que fosse um desses atentados que estão acontecendo nesses espaços públicos. Foi uma loucura, todo mundo correu para trás da mesa do auditório, as pessoas amontoadas entre si, muitas delas chorando, emocionalmente abaladas. A gente achou que ia morrer, que a qualquer momento entraria alguém por aquela porta. Não sabíamos o que de fato estava acontecendo. Apagamos as luzes, todo mundo em pânico”, relatou.

Ele disse que alguém encontrou a chave da porta do auditório e a trancaram e ficaram todos lá. “Muito tempo depois chegou uma pessoa e se identificou como policial, à paisana, mas não foi permitida a entrada dele e um tempo depois informaram que tinha sido uma tentativa de assalto a agência bancária que fica no térreo. Só saímos do auditório depois que chegou um segurança da empresa e tranquilizou todo mundo e disse que podíamos sair”, disse.

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine
Google search engine

Most Popular

Recent Comments