sábado, abril 20, 2024
No menu items!
Google search engine
InícioCidadesVereadores pedem demissão de delegado filiado ao DEM após tachar mulheres petistas...

Vereadores pedem demissão de delegado filiado ao DEM após tachar mulheres petistas de 'raparigas'

A postagem havia sido publicada no dia 15 de fevereiro, mas foi apagada logo após o pronunciamento dos vereadores na Câmara Municipal de João Pessoa.

Sandra afirmou que entrará com uma representação contra Francisco Azevedo na Secretaria de Segurança e Defesa Social (Foto: Reprodução)

A vereadora, Sandra Marrocos, ocupou a tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa na manhã desta quarta-feira (03), para manifestar seu repúdio às declarações de um delegado da Polícia Civil em seu Facebook. O delegado Francisco Azevedo escreveu uma postagem dizendo que “mulher petista é mulher rapariga, safada, rodada, gostosa de transar e fácil de se apaixonar”.

Foi protocolado um voto de repúdio na Câmara de Vereadores contra o posicionamento do delegado. Sandra afirmou que entrará com uma representação contra Francisco Azevedo na Secretaria de Segurança e Defesa Social. Ela chegou ainda a dizer que vai pedir a João Azevêdo a exoneração dele do cargo de delegado.

As declarações do delegado foram rechaçadas por Sandra Marrocos e pelo vereador Marcos Henriques, que é filiado ao PT. Os vereadores consideraram que o delegado utilizou um tom misógino em sua publicação. Eles defendem que a postura explicitada pelo delegado não condiz com o que se espera de um servidor público.

A postagem havia sido publicada no dia 15 de fevereiro, mas foi apagada logo após o pronunciamento dos vereadores na Câmara Municipal de João Pessoa. De acordo com apuração feita pelo ClickPB, Francisco Azevedo integra os quadros do Democratas. Ele já foi filiado ao PT e chegou a ser candidato a deputado federal pela legenda no ano de 2002.

O delegado Francisco Azevedo fez a postagem no intuito de criticar o Partido dos Trabalhadores (PT) e relatou a experiência que teve no partido.

“Ele usou as redes sociais para desqualificar a militância com palavras absurdas. Já nos posicionamos na Casa e vamos tomar atitudes conjuntas. Vamos discutir isso com as mulheres do PT e fora do PT. Esse delegado receberá um voto de repúdio e vamos dar entrada em uma representação contra ele junto à Secretaria de Segurança e Defesa Social e também ao governador João Azevedo. Esse delegado está apenas pregando ódio e desqualificando as mulheres do PT”, disse Sandra.

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine
Google search engine

Most Popular

Recent Comments