domingo, maio 19, 2024
No menu items!
Google search engine
InícioPolíticaDirceu nega ter recebido propina no esquema de corrupção da Petrobras

Dirceu nega ter recebido propina no esquema de corrupção da Petrobras

No depoimento tornado público na segunda-feira (1º), o ex-ministro José Dirceu negou ter recebido propina no esquema de corrupção da Petrobras. Ele falou na sexta-feira (29) à Justiça Federal do Paraná, que condenou mais quatro réus na Operação Lava Jato, entre eles um ex-diretor da estatal.

Jorge Luiz Zelada, ex-diretor da área internacional da Petrobras, foi condenado a 12 anos de prisão. De acordo com o Ministério Público Federal, ele recebeu propina para favorecer a contratação de um navio-sonda. Outros três réus também foram condenados pelo juiz Sérgio Moro.

Como parte de outra ação, a Justiça Federal tornou público o depoimento do ex-ministro José Dirceu. Pela primeira vez diante do juiz da Lava Jato, Dirceu afirmou que nem ele nem sua empresa de consultoria receberam propina de contratos suspeitos da Petrobras.

“Eu não tenho em minha conta bancária nem na JDA nenhum dinheiro que não tem origem e nenhum destino que não tenha comprovação em nota fiscal e em comprovantes fiscais.
Não recebi, nem autorizei ninguém a falar em meu nome na Petrobras, usaram o meu nome na Petrobras, o que é estranho”, disse o ex-ministro José Dirceu.

De acordo com as investigações, o ex-ministro recebeu quase R$ 12 milhões de propina da empreiteira Engevix por conta da indicação de Renato Duque à diretoria de serviços da Petrobras. Dirceu afirmou que é normal que a Casa Civil avalie nomes para o governo.

“O papel da Casa Civil é receber todas as indicações de todos os ministérios, primeiro escalão, de todas as empresas estatais ou autarquias”, disse.

Dirceu também citou o PSDB: “Simplesmente a indicação do sr. Renato Duque ocorreu porque setores do PSDB. Não vou dizer que foi o senador, ex-governador Aécio Neves, porque ele não pediu isso para mim. A informação que me chegou é que havia uma indicação do PSDB em Furnas, eu não digo que é oficial do PSDB, para ficar bem claro. Não se pode dizer que eu escolhi o Renato Duque, mas também não se pode dizer que eu não tive nenhuma participação”.

Sobre as acusações de que recebeu propina por meio de falsas consultorias, José Dirceu disse que cumpriu todos os contratos, mas não fez relatórios para provar. Ele disse: “Eu não vou ser desonesto, faltar com a verdade e dizer que eu fazia relatórios, que me reunia constantemente, porque não é o caráter da minha consultoria. Qualquer empresário brasileiro que me contratou, me pedia orientação, ‘está acontecendo isso, isso e isso'”.

Dirceu também foi questionado sobre R$ 65 mil em 11 pagamentos que recebeu de outra empreiteira investigada na Lava Jato, a UTC. Nessa época, Dirceu estava preso, condenado no mensalão do PT.

Promotor: Tudo bem, senhor josé Dirceu, só estou lhe perguntando se houve prestação de serviço?
José Dirceu: Houve promessa de prestação de serviço, eu estou respondendo pro senhor.
Promotor: Que não foi concretizada.
José Dirceu: Seria concretizada.
Promotor: Mas não foi.
José Dirceu: Se eu fui preso, como é que eu iria prestar consultoria pra ele?
Promotor: Tá certo.

O senador Aécio Neves e o PSDB disseram que o partido nunca fez indicações de nomes para cargos em estatais nos governos do PT.

A Engevix negou as acusações e afirmou que as investigações apontam resultados diferentes.

O advogado de Jorge Zelada disse que vai se manifestar depois de analisar a sentença.

A UTC disse que não comenta investigações em andamento.

A defesa de Renato Duque não quis se manifestar.

Fonte: Jornal da Globo

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine
Google search engine

Most Popular

Recent Comments