sábado, abril 20, 2024
No menu items!
Google search engine
InícioUncategorizedJOGO 395: Treze e Campinense travam duelo no Amigão no primeiro Clássicos...

JOGO 395: Treze e Campinense travam duelo no Amigão no primeiro Clássicos dos Maiorais do ano, neste domingo

O jogo 395 da história. A maior rivalidade do futebol paraibano entra em campo neste domingo. Líder do Grupo A do Estadual com 10 pontos, e ainda invicto na temporada, o Campinense enfrenta o Treze que ocupa a terceira colocação do Grupo B com 7 pontos.

Galo e Raposa fazem o primeiro Clássico dos Maiorais do ano. A partida, válida pela 5ª rodada da competição, acontece às 16h no estádio O Amigão em Campina Grande. O rubro-negro não perde há quase três anos para o maior rival, e quer manter o tabu. Já o alvinegro quer a vitória para acabar com jejum e saltar para o topo da tabela.

Fora das quatro linhas, os técnicos Francisco Diá da Raposa, e Marcelo Vilar do Galo prometem travar um duelo a parte. Das arquibancadas do chamado “Colosso da Borborema” as torcidas dos dois clubes, também farão um show a parte com as cores preto e branca e vermelho e preta. Desta vez conforme ficou acertado pelo Ministério Público, os alvinegros e rubro-negros vão poder ficar lado a lado nas arquibancadas do Amigão, mas com a diferença que na arquibancada sombra os trezeanos vão ficar à direita das cabines de imprensa. O duelo deste domingo também terá um capitulo a parte entre o atacante Rodrigão do Campinense é o atacante Lúcio Curió do Treze.

No Campinense, Francisco Diá de promover mudanças em relação ao time que no meio de semana venceu o Imperatriz do Maranhão por 2 x1 em jogo válido pela Copa do Nordeste. Cauteloso, o treinador raposeiro já reclamou do desgaste físico dos jogadores devido a maratona de jogos, e admitiu que o Treze é favorito para o Clássico.

Um dos destaques do duelo é o zagueiro Tiago Sala. No ano passado, o “xerife” atuou vestindo a camisa do Treze e este ano, entra em campo com as cores do Campinense. Na última vez que Campinense e Treze se enfrentaram, Tiago Sala era o capitão do time alvinegro e acabou saindo de campo derrotado. Mais uma vez ele deve formar a dupla de zaga com Joécio.

Depois de ser contratado, na segunda metade do ano passado pelo time raposeiro, o atleta agora vive a expectativa de entrar em campo pela primeira vez para encarar o ex-clube, no primeiro Clássico dos Maiorais da temporada de 2016. E espera sair de campo vencedor.

Outro que vive a expectativa do clássico é o meia Roger Gaúcho. Destaque do time no Nordestão e no Estadual, o jogador promete muita garra para ajudar os companheiros a vitória. Na frente, a esperança de gol do rubro-negro é o atacante Rodrigão, artilheiro da temporada. No Treze, o clima é de otimismo e confiança. O técnico Marcelo Vilar deve armar um time ofensivo. E para conquistar o triunfo ele conta com a boa fase dos jogadores Elanardo, Júnior Xuxa, Lúcio Curió.

Os dois técnicos mantiveram suspense e só divulgam as escalação dos jogadores que começarão jogando, minutos antes da partida.

Em mais de 50 anos de história e rivalidade, Galo e Raposa já se enfrentaram 395 vezes. O Alvinegro soma 135 vitórias contra 105 do Rubro-Negro. O número de empates é de 155. No número de gols marcados, a vantagem também é trezeana. O Galo marcou até o momento, 447 contra 394 do Campinense.

Criado na década de 50, o clássico Campinense e Treze, tem sido a disputa mais acirrada do futebol paraibano, com status de ocupar o nono lugar entre os clássicos regionais em todo Brasil. Os dois times são donos das maiores torcidas do estado e ao longo de mais de 50 anos de confrontos já proporcionaram jogos históricos.

Os dois times já decidiram 15 campeonatos estaduais. Em finais, a Raposa leva ampla vantagem. Dos 19 títulos já conquistados pelo Campinense em sua história, em dez o derrotado na grande final foi o arquirrival. Já o Treze venceu 15 campeonatos, mas apenas cinco em cima do time rubro-negro. Entre 2012 e 2015 alvinegro e rubro-negro se enfrentaram 12 vezes. O Galo venceu duas e a Raposa seis duelos. Foram registrados quatro empates.

Somente no ano passado foram disputados cinco Clássico dos Maiorais. A Raposa venceu três, incluindo o torneio 150 anos que teve caráter amistoso e empatou dois duelos.

Fonte: PBAgora

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine
Google search engine

Most Popular

Recent Comments