sexta-feira, maio 24, 2024
No menu items!
Google search engine
InícioParaíbaServidores da Saúde entram em greve em Patos, no sertão da Paraíba

Servidores da Saúde entram em greve em Patos, no sertão da Paraíba

Os servidores públicos da Saúde do município de Patos, no Sertão paraibano, iniciaram uma greve na segunda-feira (4). Eles denunciam que ainda não receberam o pagamento do salário do mês de dezembro, sendo este o principal motivo para a paralisação das atividades, e reclamam de falta de medicamentos e vacinas nos postos de saúde, além de exigirem melhores condições de trabalho.

Segundo o Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região (Sinfemp), cerca de 400 servidores aderiram ao movimento, paralisando as atividades nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Apenas o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Jatobá estão em funcionamento.

De acordo com a presidente do Sinfemp, Carmem Soares, no dia 10 de dezembro, os servidores realizaram uma assembleia e decidiram que, caso os problemas continuassem, entrariam em greve. “A gente já fez várias reuniões e até paralisações. Os servidores decidiram nessa assembleia geral que se os salários não fossem pagos, a partir do primeiro dia útil deste ano eles iriam paralisar as atividades” disse ela.

Além do atraso no salário, os servidores denunciam a falta de condições de trabalho. Segundo a técnica de enfermagem Dulcinéia Oliveira Soares, as vacinas e materiais de limpeza estão em falta. “A gente está trabalhando em situações precárias. Praticamente a gente não tem nada”, explica a servidora. Devido ao atraso nos salários, alguns servidores que fizeram empréstimos consignados em bancos estão ficando em débito e com o nome negativado.

Nesta terça-feira (5), o comando de greve esteve reunido com a prefeitura para discutir os problemas e buscar soluções no final da manhã e ainda nesta terça pretende realizar uma assembleia geral com os servidores para mostrar a proposta da prefeitura e deliberar sobre a continuidade da greve.

Através de nota, a Prefeitura de Patos informou que já tomou conhecimento da ausência de materiais em alguns locais e destacou que todos os itens do abastecimento da saúde estão sendo licitados. Entretanto, a farmácia básica e a maioria das Unidades de Saúde estão abastecidas. Sobre os empréstimos, a prefeitura disse que os servidores municipais têm o direito de escolher qualquer agência bancária para contrair seus empréstimos consignados.

Segundo a Secretaria de Finanças da Prefeitura Municipal de Patos, o único banco que está notificando servidores é a Caixa Econômica Federal. Ainda conforme a Secretaria, a Prefeitura vai se reunir ainda esta semana para equalizar juros não informados pelo banco, junto à gestão, que estão sendo cobrados indevidamente aos servidores, uma vez que a gestão não pode arcar com dívidas não contraídas e que não foram informadas pelo banco.

Fonte: G1

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine
Google search engine

Most Popular

Recent Comments